PERSONALIDADES MARCANTES
CASIMIRO JOSÉ OSÓRIO
( 15-07-1861   25-09-1931)

Grande vulto do passado de Itajubá.

De nacionalidade portuguesa. Casou-se em São Caetano da Vargem Grande (hoje Brasópolis), em 05-05-1883 com D. Ana Pereira de Souza, filha do abastado fazendeiro Capitão Jerônimo José de Souza e de D. Gertrudes Pereira de Souza.

Antes de vir para Itajubá, foi comerciário no Rio de Janeiro, empregado da loja "Notre Dame de Paris", especializada em modas. Dedicou-se, aqui, a atividades comerciais e agrícolas. Muito prosperou.

Comprou do Cel. João Carneiro Santiago Júnior, em 1892, a fazenda do Campestre, do município de Pedralva. Desenvolveu a cultura do tabaco, e foi grande produtor e exportador de fumo em corda. Arrojado empresário, plantou extensos canaviais e fundou a primeira fábrica de açúcar desta região. Remodelou e ampliou sua usina açucareira, grandemente auxiliado pelos filhos Sebastião e Manuel, que se especializaram como técnicos dessa indústria.

Construiu o Grande Hotel, na Praça Theodomiro Santiago, de sociedade com o Dr. José Braz Pereira Gomes e outros, constituindo a firma Braz, Osório & Cia. Ltda. Construiu sua residência em Itajubá.

No bairro urbano da Boa Vista montou uma grande indústria de "produtos suínos".

Em Delfim Moreira fundou uma indústria de polpas de Frutas e uma fábrica de doces. Plantou extenso pinheiral nas terras do Chora, e passou a comerciar madeiras. Dez outros investimentos de Casimiro Osório poderíamos aqui lembrar.

No retrato ele está com sua esposa.

Documento sem título